Controlando o consumo de água no condomínio

como controlar consumo de água em condominios

Por Lucas

A água é um recurso essencial à vida. Sendo assim, a sociedade, de forma geral, é ciente da importância de controlar o seu consumo e evitar seu desperdício. No entanto, em um condomínio convivem várias pessoas com formas particulares de pensar, não necessariamente todas elas conscientes da necessidade de observar o uso que fazem desse bem natural tão precioso. Por isso, é necessário estabelecer algumas regras e tomar medidas para que não haja uso abusivo, assim como maiores gastos.

Um medida bastante eficiente é instalar hidrômetros para medir o consumo individual em cada apartamento. Boa parte dos prédios que realizaram a instalação relatam um significativo aumento na economia de água no condomínio.

Em locais com sistema hidráulico unificado, o consumo é medido de forma coletiva e o custo é dividido entre os moradores. Entretanto dessa forma não é possível saber quem consumiu mais ou quem economizou, o que pode gerar conflitos em relação a cobrança. A medição individual estimula os moradores a economizarem água, justamente por seu abuso afetar diretamente as finanças.

O preço dos hidrômetros teve uma queda, o que facilitou muito a sua adesão em condomínios. Já o custo da instalação pode variar de acordo com as condições do condomínio. Prédios mais novos normalmente já são construídos preparados para a individualização, o que reduz bastante os custos. Já os mais antigos geralmente não são preparados para este tipo de mudança e a instalação acaba sendo mais cara. Mesmo assim, o investimento acaba se pagando com o passar do tempo.

A melhor forma de diminuir os custos é através da conscientização dos moradores. É também papel do síndico ajudar nesse processo. Algumas maneiras possíveis e baratas de fazer isso é colocar cartazes ou distribuir panfletos com informações sobre economia de água e seus benefícios.

Peça aos moradores que fiquem atentos a problemas como vazamentos e torneiras pingando. Outros cuidados fáceis de colocar em prática são nunca levar mais de 15 minutos no banho, fechar a torneira ao fazer a barba ou escovar os dentes e evitar utilizar máquinas de lavar roupas e louças com a capacidade máxima.

As reuniões de condomínio são um dos meios possíveis para ajudar no processo de conscientização. O síndico deve apresentar aos moradores a proposta de instalar hidrômetros de consumo individual, mostrando as vantagens.

Com a conscientização das pessoas sobre a importância da economia no consumo de água, a procura por medidores individuais aumentou consideravelmente. Quando o morador começa a tomar consciência de quanto gasta por mês ele pode rever os seus hábitos para ver onde está ocorrendo o desperdício e podendo até descobrir algum vazamento até então desconhecido.